Interiores: Angela Leite Barbosa

Apresentamos hoje o 26º episódio do projeto “Interiores”.  A cada semana, destacamos em nossas redes sociais posts com arquitetos, decoradores e paisagistas convidados e exploramos o universo interior desses profissionais que ajudaram a escrever a história dos 30 anos da CASACOR Rio. A convidada de hoje é Angela Leite Barbosa, que dividiu conosco ideias sobre o “morar”, inspirações, referências, hobbies e processos de trabalho.

Angela está à frente do escritório de arquitetura que leva seu nome desde 1992. Já realizou mais de 800 projetos para lojas, escritórios, showrooms, bares, restaurantes, interiores de residências, projetos de programação visual, de mobiliário especial, de iluminação e paisagísticos. Da CASACOR Rio já participou cinco vezes e é uma das arquitetas com presença já confirmada para a edição de 2021. “Esse ano a minha participação vai ser sobre o morar, em parceria com o arquiteto Daniel Marques Mendes. A abordagem vai dar ênfase ao contraste da arquitetura mais clássica com um morar mais moderno,” revela. 

Para criar, a arquiteta se inspira em viagens, filmes, exposições de arte e lugares inesquecíveis. “Vou catalogando digitalmente imagens na minha imaginação.” Ela conta que gosta de todas as etapas do trabalho, mas diz que a fase de criação é sempre o momento que exige mais foco. “Adoro desde a primeira visita ao local; conhecer um cliente novo e suas necessidades; enfrentar o papel em branco; trocar experiências e informações com parceiros e fornecedores; pensar nos detalhes; a poeira da obra; e finalmente a alegria do momento onde tudo se realiza!”

Angela se considera atemporal, funcional, confortável e sustentável. “Nos projetos, gosto de expressar alguma característica do cliente, que pode ser a fantasia, o humor, o romantismo, especialmente nos projetos comerciais. E no residencial, as preferências pessoais de quem vai morar: mais ou menos formal, preferências por livros, por arte e até pelo silêncio…”

Como muitos arquitetos de sua geração a referência fundadora sempre foram os modernistas, Le Corbusier e os da Bauhaus. Para Angela, os irmãos Roberto e a arquitetura modernista brasileira dos anos 40 aos 70 são influências importantes. “Fiz alguns trabalhos nos anos 80 com um grande arquiteto americano, Charles Broudy, que me educou na arquitetura comercial. E nessa época surgiu também a admiração pela arquitetura japonesa, que mudou a maneira de ver o vazio. E depois, a surpresa de obras autorais que mudaram conceitos, como biblioteca de Paris, com a floresta do núcleo do projeto, passando a mensagem que no centro do conhecimento humano está a natureza, e não o homem.”

Angela conta ao A Cor da Casa que uma mudança incrível está acontecendo por causa da pandemia onde a casa está sendo colocada mais do que nunca no lugar de abrigo, de proteção. “E também como local de trabalho, mudando radicalmente a maneira como ocupamos a casa,” ela acrescenta. Inclusive seu próprio escritório é símbolo avant-garde desta revolução, pois desde 2013 já operam em modo home-office. “Nem preciso dizer que essa mudança se mostrou acertada no momento que vivemos!”

Na próxima segunda-feira, 30 de novembro, Angela Leite Barbosa será entrevistada por Patricia Mayer, jornalista e sócia da 3Plus, às 19h no nosso Instagram @acordacasa. A entrevista ficará salva no IGTV logo em seguida da Live. Não perca!