Interiores: Andrea Chicharo

Apresentamos hoje o 14º episódio do projeto “Interiores”.  A cada semana, destacamos em nossas redes sociais posts com arquitetos convidados e exploramos o universo interior desses profissionais que ajudaram a escrever a história dos 30 anos da CASACOR Rio. A convidada de hoje é Andrea Chicharo, que dividiu conosco ideias sobre o “morar”, inspirações, referências, hobbies e processos de trabalho.

Andrea Chicharo, por trás do escritório que leva seu nome, atua no mercado há 35 anos fazendo projetos principalmente de residências e arquitetura de interiores. A maior parte da clientela se concentra entre o eixo Rio-São Paulo, mas há alguns anos, o escritório passou a atuar também em cidades como Miami, Nova York, Londres, Paris e Lisboa. No total, Andrea já assinou 15 projetos em edições da CASACOR Rio, sendo a primeira em 1993. 

Andrea descreve seu estilo como contemporâneo e aconchegante. “Meus projetos envolvem muita pesquisa em relação à novidades de revestimentos, móveis, métodos construtivos, mesclando diferentes origens e épocas, mas inseridos num conceito atual,” conta. A arquiteta está sempre buscando novas referências. “Isso faz parte de um processo de evolução profissional, em que novos conceitos, novas linguagens e  novos questionamentos são constantemente absorvidos…”

Para ela, a inspiração se inicia quando faz a visitação do terreno ou da edificação existente. “Esta visita inicial é muito importante para entender como o espaço se situa em relação ao entorno e é quando constatamos os pontos principais com vistas privilegiadas e como as outras construções interferem no projeto. Nesta visita também conseguimos sentir quais os volumes que precisam ser adequados à nova proposta, se precisa de mais luminosidade natural e o que podemos valorizar na construção. Ou seja, a inspiração é um processo, pois fica sendo trabalhada exaustivamente passo a passo no conjunto das idéias, sendo alimentada pelas expectativas e sonhos dos clientes,” divide. 

“O morar tem que ser algo que exprima a identidade e conserve os hábitos dos proprietários. Nossa casa é o local da nossa privacidade e por isto temos que nos identificar nela,” sintetiza. Ela acredita que com a pandemia, as casas se tornarão mais práticas, bem equipadas e cuidadosamente elaboradas para fornecer o bem-estar de quem as habita. “Notei uma grande valorização da natureza, com a busca de espaços abertos e ensolarados em que se possa ter áreas verdes,” reflete a arquiteta. 

 

Na próxima segunda-feira, dia 7 de setembro, Andrea Chicharo será entrevistado por Patricia Mayer, jornalista e sócia da 3Plus, às 19h no nosso Instagram @acordacasa. A entrevista ficará salva no IGTV logo em seguida da Live. Não perca!