Atendimento Virtual

Diversos arquitetos e decoradores se reiventaram durante a pandemia para oferecer aos clientes serviços de consultoria online e atendimento virtual, para continuar trabalhando apesar do ainda necessário distanciamento social. Eles estão, como diz o ditado, fazendo do limão uma limonada, criando métodos eficazes para atender mesmo nesse momento de tantos desafios. Com isso, muitos entenderam inclusive que conseguem atender clientes de outras cidades, outros estados, e até de outros países (por que não?).  Para entender melhor essa tendência, o A Cor da Casa conversou com alguns profissionais do mercado carioca que estão atendendo nesse formato online – com sucesso – há mais de 90 dias. 

Para os sócios Ricardo Melo e Rodrigo Passos, a quarentena solidificou um trabalho que eles já vinham fazendo com alguns clientes em Lisboa e Ribeirão Preto. Afinal, com escritório no Rio e clientes fora, já era uma necessidade presente no cotidiano deles. “Quando veio a notícia da pandemia, a gente apenas se dividiu em nossas casas, mas continuou tudo como estava antes,” conta Ricardo. 

 

Fotos de projetos do escritório entregues durante a pandemia 

E para a surpresa deles, conseguiram captar novos clientes durante a pandemia, algo que realmente não estava “no script”, mas que certamente é fruto do sucesso do atendimento digital. “Estamos iniciando um processo de um projeto grande, também 100% remoto, onde não encontramos pessoalmente ainda com os clientes,” completa Rodrigo. 

Sem dúvida a demanda por home offices para todos aqueles que não tinham um ambiente na casa destinado ao trabalho, com conforto, está entre os projetos mais requisitados da quarentena. O próprio Ricardo conta que renovou o seu ambiente de trabalho em casa, entrando em contato com fornecedores de forma remota. “Tudo chegou por entrega e eu mesmo executei parte da instalação dos novos revestimentos!” ele explica. Para a dupla, esse estilo de trabalho remoto veio para ficar. 

“Vivemos em um mundo em que 24 horas diárias não são suficientes. Então, esse trabalho remoto economiza tempo em deslocamentos e facilita o andamento do processo pela rapidez em que ele acontece,” define Ricardo. 

Joy Garrido concorda. “Sinto que esse tipo de atendimento continuará sendo requisitado. Acredito que a pandemia ainda pode demorar e vamos nos adaptar a um estilo de vida novo,” explica. Para a arquiteta que tem mais de 30 anos de experiência em home office, trabalhar de casa é longe de ser novidade. Mas o atendimento virtual é sim uma experiência nova. Ela estava terminando o projeto de um quarto de hóspedes, uma sala de TV e um quarto de rapaz jovem quando a pandemia chegou com toda força. “Fomos tentando achar online os itens que ainda não tínhamos encomendado. E como havia muita oferta com preços reduzidos, avançamos e compramos tudo que faltava virtualmente – até mesmo obra de arte,” conta. 

Foto enviada pela cliente mostrando o ambiente pronto depois do atendimento virtual, com itens da Rosa Kochen, Empório Beraldin e Trosseau – todos comprados com até 50% de desconto oferecido durante a quarentena 

Quadro do Antonio Bokel escolhida por Joy para uma cliente através do catálago virtual – e entregue via delivery pelo próprio artista plástico!

Com o sucesso dessas obras que conseguiu entregar sem estar presente fisicamente, teve a sacada de lançar em seu Instagram o serviço de consultoria online. “Mesmo que a pessoa não queira obra, tem muita gente que percebeu coisas na casa que estão incomodando e que podem melhorar, e eu sei que posso ajudá-los a encontrar mais conforto no lar,” conclui Joy com otimismo. 

Lucilla Pessoa de Queiroz e Renata Caiafa, as sócias por trás do escritório LPQ Design, também estão em modo-remoto desde o início da quarentena. De imediato adaptaram as reuniões para serem feitas por vídeo-chamada, apresentando projetos em andamento virtualmente. Com o serviço online, conseguiram atender clientes que ao ficarem em casa, quiseram refazer cômodos da casa que nunca tinham prestado atenção. “Ou até mesmo aquele antigo desejo, que a pandemia veio impulsionar, principalmente para aqueles que estão em casa e acabam sentindo a necessidade de alterar seu imóvel para torná-lo mais funcional ou aconchegantes,” aponta Lucilla. 

Lucilla dividiu com o A Cor da Casa uma curiosidade que, de tão bacana, vale mencionar. “Fizemos uma consultoria de uma cliente que terminamos em 201, mas que ficaram faltando os quadros. E neste momento, ela ficando mais em casa, percebeu a falta que estava fazendo.  Fizemos tudo por fotos e superposições nas imagens dos ambientes dela e conseguimos concluir o projeto!”

 

 O “antes e depois” da sala

Vida longa a esse estilo de trabalho remoto eficaz e seguro!