Studio no Rio

Após o sucesso em Nova York, Washington, Boston, Chicago, Los Angeles e Beverly Hills, o Rio de Janeiro é a primeira cidade fora dos Estados Unidos a abrigar o novo modelo de negócio criado pela Tishman Speyer. A empresa inaugurou no último dia 30 de outubro, no AQWA Corporate – que já foi sede da CASACOR Rio – a primeira unidade brasileira do Studio, marca de coworking criada para atender à demanda crescente no segmento de escritórios flexíveis.

O Studio ocupa o 4º andar do AQWA, com 3.800 metros quadrados de área útil. O objetivo é abrigar empresas de diferentes tamanhos, assim como ocorre nas unidades dos Estados Unidos, com estações de trabalho móveis, mesas elétricas exclusivas (para trabalho tanto sentado, como em pé), e escritórios flexíveis, com uma estrutura que que possa atender a eventuais necessidades de expansão por parte dos clientes. “O Studio representa uma alternativa aos nossos clientes, com o mesmo padrão e qualidade dos nossos escritórios corporativos”, afirma Thais Galli, diretora global do Studio.

Os escritórios flexíveis da Tishman Speyer têm como diferencial o fato de ocuparem espaços em edifícios próprios, o que facilita a instalação e administração. O diferencial do Studio é oferecer áreas maiores aos seus ocupantes, com número menor de mesas por metro quadrado, quantidade superior de salas de reunião e revestimentos que garantem maior privacidade. 

“A chegada do Studio ao Brasil, pelo AQWA e pelo Porto Maravilha, é um movimento natural. O edifício oferece uma localização privilegiada e uma infraestrutura moderna, que proporciona bem-estar e  eficiência às equipes. O Porto, por sua vez, é a área da cidade que tem abrigado a nova economia e atraído a atenção de empresas de diferentes portes e mercados de atuação”, destaca Daniel Cherman, presidente da Tishman Speyer no Brasil.

Para quem não conhece, o AQWA Corporate é o primeiro empreendimento do Brasil projetado pelo escritório Foster+Partners, do renomado arquiteto Norman Foster. O design arrojado, aliado ao paisagismo de autoria de Pamela Burton, incorpora o edifício à região do Porto Maravilha, um dos maiores projetos de revitalização urbana do mundo. O empreendimento conta com a certificação LEED Gold de sustentabilidade. Seus 22 andares, com lajes corporativas de até 3,8 mil metros quadrados, possibilitam a criação de layouts mais eficientes e otimizados, com densidade acima da média em relação aos edifícios tradicionais. Os andares contam com iluminação natural e ventilação adequada, proporcionando bem-estar, qualidade de vida e, conseqüentemente, mais produtividade às equipes. Todos os pavimentos ainda proporcionam uma vista única, de 360 graus, para toda a cidade e seu patrimônio natural e turístico, como a Ponte Rio-Niterói, Pão de Açúcar e Corcovado.

Para mais informações, visite o site do Studio.