Serpentine Pavillion by Junya Ishigami

O A Cor da Casa não esconde seu entusiasmo pelo Serpentine Pavilion de Londres, que a cada ano é concedido a um arquiteto que nunca tenha concluído um projeto no Reino Unido. Uma página em branco para cada um dos talentos escolhidos criarem algo completamente novo, do zero, e mostrar seu trabalho para o mundo. Nomes importantes passam anualmente pelo pavilhão, que fica dentro do Kensington Gardens, como  Bjarke Ingels, Peter Zumthor e Frank Gehry.

O arquiteto japonês Junya Ishigami foi o escolhido de 2019 e projetou uma estrutura que ele descreve como uma “colina feita de pedras”, que compreende um dossel rochoso feito de 61 toneladas de ardósia da Cúmbria. Esta quantidade de ardósia é sustentada por uma estrutura de aço, suportada por uma grade de 106 colunas que são dispostas “aleatoriamente” para criar uma ideia de floresta.

O arquiteto japonês Junya Ishigami na frente do Serpentine Pavilion de 2019

Ishigami é o quarto arquiteto japonês a projetar o Serpentine Pavilion, seguindo Toyo Ito em 2002, SANAA em 2009 e Sou Fujimoto em 2013. Mais do que seus antecessores, ele foca na arquitetura que tanto celebra quanto imita as formas do mundo natural.

“Uma pedra cria uma paisagem, e uma paisagem geralmente fica do lado de fora de um prédio. Eu queria criar a paisagem dentro do prédio,” explicou  Ishigami em seu comunicado à imprensa internacional. “Nesse sentido, tentei criar esta paisagem que existe do lado de fora, dentro do próprio edifício.”

Seu objetivo para o pavilhão foi criar uma estrutura que leva o telhado de ardósia – uma das características arquitetônicas mais comuns do mundo – e mostrar como ele pode ser feito para se parecer com algo encontrado na natureza. O arquiteto compara a estrutura a uma variedade de flora e fauna naturais, desde montanhas e árvores até um lago e um pássaro.

No interior, o pavilhão é decorado com mesas e bancos desenhados por Ishigami para parecerem lírios.

O novo Serpentine Pavilion será inaugurado essa semana, no dia 21 de junho e ficará aberto ao público até 6 de outubro. Para mais informações visite o site do pavilhão.