Os cinco sentidos da Artefacto

A Mostra Artefacto 2019 inaugurou ontem no Rio de Janeiro com 19 ambientes assinados por 29 arquitetos e decoradores apostando nos 5 sentidos como tema da mostra que vai rodar todo o país em versões regionais. São propostas contemporâneas compostas, produzidas e arranjadas exclusivamente a partir do acervo da grife – uma lição de estilo e outra de atemporalidade.

“Na edição 2019 da nossa tradicional Mostra, convidamos alguns dos melhores arquitetos, decoradores e paisagistas para, cada qual à sua maneira, interpretar os móveis orgânicos e intemporais da Artefacto em projetos que têm como inspiração a visão, o olfato, a audição, o paladar e o tato”, explica Paulo Bacchi, CEO da Artefacto.

São soluções de interiores e área externa cuidadosamente elaboradas, atuais e plurais em diferentes leituras, mas interpretadas com certo savoir-faire que alinhava e caracteriza um lifestyle sofisticado e contemporâneo, pautado por formas e desejos orgânicos, para muito além da plástica: matérias-primas poderosas e sustentáveis recortadas em design cosmopolita, ergonomia impressionante, conforto, durabilidade irrepreensível e uma injeção de conteúdo que tem tudo a ver com os novos tempos.

Para a edição carioca, Alexandre Cardim, Aline Celles e Bethânia Rocha, Ana Lúcia Jucá, Babi Teixeira, Claudia e João Victor Brassaroto, Claudia Pimenta e Patricia Franco, David Defízio, Duda Porto, Emerson Araújo e Lenora Lohrisch, Fábio Bouillet e Rodrigo Jorge, Flavia e Bruna Sideris, Jacira Pinheiro, Leila Dionizios, Natália Paes e Simone Meira, Paola Ribeiro, Regina e Mariana Távora, Rogerio Antunes e Bernardo Schor, Sérgio Paulo Rabello e o Studio Ro+Ca, de Rodrigo Beze, Carlos Carvalho e Caio Carvalho são os profissionais convidados.


Confira um preview do que pode ser visto na flagship da Artefacto no Rio de Janeiro, no CasaShopping:

Paola Ribeiro 

Foto: Salvador

O living criado pela arquiteta é versátil e se encaixa tanto na praia quanto na serra. Aconchegante, tem o tato como o sentido que guia o projeto através da diversidade de texturas que promovem sensações distintas, como as paredes de pedra rústicas e painéis de madeira. Cores claras e elementos naturais fazem do espaço um lugar para relaxamento.

Duda Porto 

Foto: Marco Antonio

Responsável pelas área externa da Mostra Artefacto, Duda Porto criou dois ambientes a partir da relação do tato com a arquitetura. O espaço, salas de estar com sofás, mesas de centro, poltronas e chaises, traz um muro verde, dando a sensação de que a natureza está inserida no ambiente. Para Duda, a arquitetura transporta as pessoas para uma série de lugares e emoções ainda poucos explorados e esse foi o ponto de partida para a criação. As diferentes texturas e materiais usados, além do vento e do cheiro das plantas criam um equilíbrio de sensações para quem está presente.

Studio Ro+Ca 

Foto: Salvador

Carlos Carvalho, Rodrigo Béze e Caio Carvalho usam a visão na intenção de mostrar que este é o sentido que nos dá a referência de um espaço acolhedor. O quarto de hotel planejado pelos arquitetos foi criado para deixar o hóspede mais à vontade possível. As cores azul, verde, marrom e cinza integram a paleta do ambiente, e juntas com a iluminação baixa, uso de madeira no piso e em paredes, dão a sensação visual de aconchego.

Fábio Bouillet e Rodrigo Jorge 

Foto: Salvador

A dupla de arquitetos, reconhecida pelos projetos cosmopolitas, apresenta um loft para um morador descolado com uma vida agitada de um grande centro urbano. Mas ao mesmo tempo um ambiente onde ele pode desfrutar de conforto, sofisticação e descontração. Nesse loft completo é possível levar a vida do dia-a-dia e também receber amigos para happenings em um ambiente cheio de personalidade. A visão foi o sentido escolhido e está representado na diversidade de materiais, como cerâmica, madeira, metal e mármore, e texturas do projeto, que juntos trazem ao olhar do morador conforto, satisfação e a sensação de acolhimento.

Ana Lúcia Jucá

Foto: Marco Antonio

 

“A vida é sensorial. O projeto estimula a percepção de sensações diversas através dos nossos sentidos”, conta Ana Lúcia Jucá, que apresenta um grande living com sala de jantar e home theater. Com um ar sofisticado e despojado, porém neutro para que os sentidos sobressaiam, o ambiente é inspirado em experiências de viagens e estilos musicais. Tudo foi pensado para estimular os sentidos e sensações através da visão – com o super painel de led que transmite imagens que dialogam com a música tocada no momento – audição, tato e até o olfato, com o perfume escolhido para a Mostra.

A  Mostra Artefacto pode ser visitada de segunda a sábado das 10h às 22h, e aos domingos das 15h às 21h.