Beatriz Milhazes by Atelier Pinton

Por mais de cem anos, o tradicional Atelier Pinton fabrica tapeçarias espetaculares na França em colaboração com artistas plásticos e arquitetos internacionais como Calder, Delaunay, Le Corbusier e Léger. A última parceria revelada nesta semana foi com Beatriz Milhazes, com a obra “Rio Azul”, sua primeira tapeçaria de grande escala. Comissionada pela galeria londrina White Cube, que representa a artista, a obra está pendurada na igreja Notre-Dame-du-Château, em Felletin.

 

 

A inauguração da obra causou frisson na pequena cidade no centro da França, onde fica o Atelier Pinton, trazendo centenas de locais para comemorar com Milhazes esse trabalho artesanal. Circundando o belíssimo altar -projetado por Le Corbusier- a obra super colorida tem 16 metros de largura e 2.7 metros de altura. Ou seja, um total de 50 metros quadrados, confeccionados durante 6,500 horas de trabalho! Para produzí-lo, o mestre artesão do Atelier Pinton, Jacques Bourdeix, saiu temporariamente de sua aposentadoria para trabalhar com Milhazes nessa peça especial, uma grande honra.

 

 

Inspirado em formas encontradas em vitrais de catedrais, e usando as tradicionais cores fortes e vibrantes dos trabalhos de Milhazes, “Rio Azul” ficará em cartaz até março na catedral. Em seguida, viaja para Londres, para participar de uma exposição solo da artista na galeria White Cube de Bermondsey, onde será uma das peças centrais.