150 Anos de Talento

Para comemorar os 150 anos de Frank Lloyd Wright, um dos maiores arquitetos do Século XX, o MoMA inaugura hoje uma grandiosa retrospectiva. “Frank Lloyd Wright at 150: Unpacking the Archive” apresenta aproximadamente 450 objetos da vasta coleção de materiais do acervo do arquiteto. Feitos entre os anos 1890 e 1950, muitas das maquetes, desenhos, filmes, móveis, tecidos, fotos, recortes e matérias jornalísticas expostas jamais foram vistas antes dessa ocasião.

Wright é um dos arquitetos que mais produziu durante o século XX, tendo desenhado mais de mil projetos e completado mais de 500 deles durante sua carreira de sete décadas. Apresentada como uma antologia, a exposição é dividida em 12 seções, ocupando inteiramente o terceiro andar do museu. Cada uma com objetivo de investigar um objeto chave ou coletânea de objetos do acervo do americano, interpretando e contextualizando cada ponto individualmente.

As peças apresentadas foram compradas pelo MoMA em conjunto com a Fine Arts Library da Universidade de Columbia em 2012. Entre as mais icônicas estão os desenhos e maquetes da casa Fallingwater na Pensilvânia, o Unity Temple em Illinois e o célebre museu Guggenheim de Nova York.

Nascido em 1867, Wright começou sua jornada trabalhando nos mais importantes escritórios de arquitetura de Chicago. Foi em 1893 que abriu sua própria firma, dando inicio a um período de constante experimentação com o universo da construção. A exposição ilumina a criação artesanal do arquiteto, sua obsessão com planos geométricos e seu estilo mutante durante a longa carreira, interrompida apenas em 1959 com a sua morte.

A retrospectiva “Frank Lloyd Wright at 150: Unpacking the Archive fica em cartaz até outubro no MoMA, em Nova York.