Magnum Manifesto

017 é um ano de muitas comemorações para a agência de fotografia Magnum, que comemora o 70o  aniversário. Criada pelos feras Robert Capa, Henri Cartier-Bresson, George Rodger e David (Chim) Seymour em 1947, a agência continua sendo referência de talento, qualidade e primor na fotografia e foto-documentários. Várias exposições ao redor do mundo estão planejadas para comemorar a efeméride, mas uma em especial chamou atenção do A Cor da Casa. É a “Magnum Manifesto”, em cartaz  desde semana passada no International Center of Photography em Nova York.

magnum70-foto-1

Clément Chéroux, o curador da exposição, traçou ideias e ideais por trás da fundação e desenvolvimento da lendária cooperativa de fotografia, para explorar a segunda metade do século XX através da lente de 75 mestres. A exposição oferece uma nova perspectiva sobre a contribuição desses fotógrafos para a nossa memória coletiva visual.

magnum70-foto-2

magnum70-foto-3

Destacando projetos individuais e de grupos, a exposição contém mais de duzentas fotos, além de livros, revistas, vídeos e documentos históricos. A mostra é dividida em três partes principais. A primeira parte abrange os anos1947–1968 e é chamada de “Direitos e Erros Humanos”. Nela, o acervo da Magnum é apresentado através de uma lente humanista, com foco nos ideais utópicos que vieram a tona no pós-guerra. O foco central dessa sessão é a série de Paul Fusco chamada “RFK Funeral Train”, de 1968.

magnum70-foto-4

by Paul Fusco

Na segunda parte, que cobre os anos 1969-1989, o tema é “Inventário de Diferenças”, e mostra um mundo fragmentado com foco em subculturas e minorias. Essa parte da exposição destaca fotógrafos como Danny Lyon e Susan Meiselas.

magnum70-foto-5
by Danny Lyon

A terceira e última parte vai de 1990 até o momento presente. Chamada “Histórias sobre Términos”, esta sessão mapeia as maneiras em que fotógrafos da Magnum capturaram – e continuam capturando – um mundo em fluxo e sob ameaça. Imagens de Thomas Dworzak do Talibã, a série de Donovan Wyle sobre labirintos e fotos bem recentes de Alessandra Sanguinetti do ataque terrorista em Nice compõe essa importante sessão da exposição.

magnum70-foto-6

by Alessandra Sanguinetti

Magnum Manifesto está em cartaz até 3 de setembro no ICP Museum, que fica na 250 Bowery, em Nova York.