Clickando o Rio

A fotógrafa Kitty Paranaguá é um dos destaques da décima edição do FotoRio, que inaugura nesta quarta-feira no Centro Cultural Justiça Federal (CCJF). O evento, que é um Encontro Internacional de Fotografia do Rio de Janeiro, valoriza a fotografia como bem cultural, dando visibilidade aos grandes acervos e coleções públicas e privadas, assim como à produção fotográfica contemporânea brasileira e estrangeira. Com curadoria de Diógenes Moura, quinze fotos de Kitty da série “Campos de altitude” foram selecionadas para ganhar as paredes do histórico edifício do CCJF.

O processo da Kitty, que subiu favelas por cerca de um ano e meio, era clicar as paisagens, encontrar os personagens pelo caminho e, depois, entrar na casa dos moradores, onde projetava as paisagens no seu interior e retratava os seus novos amigos de uma forma poética, que mistura as realidades em camadas.

kitty-fotorio-foto-1

Kitty Paranaguá: Santa Martha

“Fiz esse ensaio inspirada no fotógrafo italiano Abelardo Morell, entre o final de 2014 e o início de 2016.”, conta Kitty. Pavão Pavãozinho, Complexo do Alemão, Providência, Tavares Bastos, Chapéu Mangueira, Cantagalo, Vidigal, Rocinha e Mata Machado foram algumas das comunidades que ganharam novos contornos através do seu olhar, que incluiu cerca de 20 moradores, de crianças a idosos.

kitty-fotorio-foto-2

Kitty Paranaguá: Pavão

Os “Campos de altitude” que nomeiam a mostra remetem às regiões propícias ao que os botânicos definem como “relíquias de vegetação” por se tratarem de plantas raras e isoladas em um contexto distinto da flora dominante. Um belo título para destacar as histórias que Kitty registrou em áudio durante suas visitas. A ideia é disponibilizar trechos dessas conversas para que o público também conheça um pouco da vida dos retratados.

kitty-fotorio-foto-3

Kitty Paranaguá: Mata Machado

O FotoRio 2017 acontece de 17 de maio até 02 de julho no Centro Cultural Justiça Federal – Av. Rio Branco, 241, no Centro do Rio. A entrada é franca.