50 por 20

Nem todo verão sobrevive só de sol e praia. Para quem quer uma programação cultural para agitar esse mês de janeiro, uma boa opção é visitar a Coletiva em Ipanema. Com cerca de 50 obras de 20 artistas de diferentes gerações e linguagens, a exposição, inaugurada em novembro, é uma iniciativa do Instituto Plajap, de Jacqueline Plass, e do Martha Pagy Escritório de Arte. Em cartaz até fim de fevereiro, a mostra coletiva tem como objetivo ampliar o campo de visibilidade da arte contemporânea.

No mesmo ambiente, que é a sede do Instituto, a Coletiva em Ipanema abriga manifestações artísticas de naturezas diversas em um processo de contaminação dos trabalhos entre si e com o espaço expositivo. São pinturas, desenhos, fotografias, objetos-escultórios e instalações.

Os artistas participantes são, em ordem alfabética: Ana Dantas, Anna Bella Geiger, Cris Loureiro, Fabia Schnoor, Flavio Colker, Ivani Pedrosa, Jaqueline Vojta, João Nitcho, Joe Seiler, Laura Erber, Leonora Weissmann, Lica Cecato, Marcelo Jácome, Maria-Carmen Perlingeiro, Marie-Cécile de Beyssac, Paulo Gouvea Vieira, Pedro Gandra, Regina Silveira, Ursula Tautz, Valerio Ricci Montani

Confira abaixo alguns dos highlights da mostra coletiva:

coletiva-foto-1

coletiva-foto-2

Foto 1 e 2 da série Nyx, de Ana Dantas

coletiva-foto-3

“Azul”, da série Clip, de Regina Silveira

coletiva-foto-4-

Sem Título (Vermelho), de Jaqueline Vojta

coletiva-foto-5

 “Topografia do instante 2”, de Fábia Schnoor

coletiva-foto-6

Série “Dentro do sonho de uma língua comum 01”, de Laura Erber

A Coletiva Ipanema fica em cartaz até 23 de fevereiro, e pode ser visitada diariamente de 13 às 19h no Instituto PLAJAP – R. Visconde de Pirajá 351, Fórum de Ipanema, sala 1401.