Cores de Carmen

No auge de seus 101 anos,  pode se dizer que Carmen Herrera vive um momento glorioso na carreira. O novo Whitney Museum, em Nova York, dedica o último andar inteiro exclusivamente à obras da artista cubana. “Lines of Sight” é a primeira exposição que Carmen ganha nas últimas duas décadas. E que exposição! O foco é o período de 1948 a 1978, época quando ela desenvolveu sua marca registrada.

herrera-foto-1

A cubana Carmen Herrera cercada pelas cores fortes de suas obras

A exposição conta com cinquenta obras que em sua maior parte são telas, mas há também belíssimas esculturas e desenhos. Muitas dessas obras nunca foram antes vistas pelo grande público, já que Carmen viveu a maior parte de sua vida no anonimato. A cubana, radicada nos Estados Unidos, só conheceu os holofotes aos quase 90 anos, quando em 2004 o galerista brasileiro Federico Séve incluiu suas obras numa mostra de artistas latinos. Depois disso, museus como o MoMA e Tate Modern correram para adquirir suas obras.

O passeio pela exposição começa cronologicamente, na Segunda Guerra Mundial – período onde Carmen morou em Paris e flertou pela primeira vez com a arte abstrata. A partir dali, desenvolveu, com o tempo, um estilo muito próprio.

herrera-foto-2

herrera-foto-3

herrera-foto-4

A segunda seção da mostra é talvez a mais impressionante: Blanco y Verde. São nove telas de uma série considerada por Carmen suas obras mais importantes. Elas ilustram a forma inovadora desenvolvida pela artista que trata telas como objetos – usando a estrutura física das telas como parte da composição artística e integrando-as com o ambiente. Nota-se, curiosamente, que as laterais das telas são pintadas de verde de propósito.

herrera-foto-5

herrera-foto-6

Blanco y Verde

É impressionante como a artista na década de 70 criava obras que poderiam muito bem serem contemporâneas. Isso fica realmente claro na terceira e última seção da exposição, que destaca o lado arquiteta da artista. Contém quatro esculturas de madeira e a série de sete telas coloridíssimas “Days of the Week”.

herrera-foto-7

herrera-foto-8

“Days of the Week”

A boa notícia é que Carmen Herrera ainda produz arte. E com a boa saúde que tem, é certo que ainda veremos muitos novos e belos trabalhos coloridos de sua autoria nascendo nos próximos anos.

herrera-foto-9

“Lines of Sight” fica em cartaz no Whitney Museum of American Art até 02 de janeiro de 2017 – no 99 Gansevoort St, Meatpacking District, em Nova York.