Made in Brazil

Uma recente onda de interesse fez com que a história do modernismo brasileiro fosse estudado por pesquisadores de desenho industrial mundo a fora. Brasileiros, e apaixonados pelo legado dos designers dos anos 50, 60 e 70, a dupla Cecília Tanure e Ulysses de Santi decidiu se unir para criar um projeto abrangente sobre o design brasileiro, fora do Brasil.

A carioca e o paulista que há tempo flertam com o design brasileiro traz para Los Angeles (e em breve, para o resto do mundo) uma galeria pop up chamada Studio 55, que reúne peças originais assinadas por ninguém menos que: Joaquim Tenreiro, Jorge Zalzupin, Geraldo de Barros, Carlos Hauner & Martin Eisler, Sergio Rodrigues e Liceu de Artes de Ofícios.

studio55

Será essa uma exposição itinerante? Um projeto mutante colaborativo? Cecília e Ulysses dizem que tudo isso ainda está em aberto. Os planos de ir até Hong Kong, Londres e Paris em modo pop up é o que mais atrai os sócios no momento. Mas o lançamento do projeto em Los Angeles não é mera coincidência. A cidade, afinal, sediou em 1943 a exposição “Brazil Builds” no Museu de Arte Moderna e é um polo de encontro do design entre a Europa e as Américas. É também onde mora Ulysses, que conheceu Cecília quando ambos trabalhavam em São Paulo – ele como ator e produtor de séries de televisão e ela como galerista de arte contemporânea.

02

JOAQUIM-TENREIRO

JORGE-ZALSZUPIN

SERGIO-RODRIGUES

A dupla passou um mês em São Paulo garimpando peças raras e também icônicas dos mestres do design brasileiro. Com tudo pronto, lançam agora nessa quarta-feira, dia 21 de setembro, a Studio 55- que promete apresentar um novo modelo de galeria de design – flexível e que não se restringe a um endereço fixo ou contexto geográfico.

A Studio 55 inaugura no dia 21 de setembro e fica em cartaz até 10 de outubro na 7019 Melrose Avenue, Los Angeles- Califórnia. Para mais informações, siga o Studio 55 no Instagram @studio55.design.