Ano Klee

Paul Klee está com tudo. Enquanto uma brilhante retrospectiva de seu trabalho acaba de encerrar uma temporada de sucesso no Centre Pompidou, em Paris, uma outra abriu as portas na semana passada no Met Breuer, em Nova York. Diríamos que é o ano de Klee nos grandes museus do mundo? Possivelmente…

A exposição “Humor and Fantasy- The Berggruen Klee Collection” vai apresentar as obras que fazem parte da maior coleção de Klee nos Estados Unidos. São 70 obras que abrangem a carreira toda do artista – da época de estudante em Bern, nos anos 1890, até sua morte aos 60 anos em 1940.

klee-foto-1-2-3

Em 1984, Heinz Berggruen e sua família doaram 90 obras de Klee para o Met. Entende-se que foi uma das maiores doações da história do museu! A partir disso, o Met se tornou um polo para quem quer conhecer, estudar e se aprofundar no trabalho do pintor alemão. E agora, o mais novo museu da “família Met” – o Met Breuer – tem a honra de expor essa coleção no 5º andar.

klee-foto-4-5-6

Entre os destaques da mostra, está um desenho feito a lápis por Klee com apenas 13 anos de idade e o último trabalho a guache feito por ele antes de falecer. Mais da metade das obras expostas foram executados durante o período mais fértil do artista – entre 1921 e 1931, enquanto ele era professor da escola de arte Bauhaus. Coincidentemente, Marcel Breuer era um de seus alunos – o responsável pelo projeto arquitetônico do Met Breuer. Como se pode notar, está tudo em casa…

 A exposição “Humor and Fantasy” fica em cartaz até 31 de dezembro no Met Breuer, que fica na 945 Madison Avenue, NY (o antigo Whitney Museum).  Para comprar ingressos antecipados (é recomendado), clique aqui