Estilo mineiro

Não é só o Rio de Janeiro que está às voltas com a Casa Cor. Belo Horizonte inaugurou na semana passada a 22a edição da Casa Cor Minas Gerais. São 46 ambientes assinados por um time de profissionais premiados e jovens talentos. E para comemorar o título conquistado recentemente  pelo Conjunto Arquitetônico  da Pampulha junto a UNESCO, esta edição conta com uma série de ações especiais que incluem a ocupação de outros importantes espaços na orla da lagoa. Para conferir de perto esse grande momento do evento da capital mineira, Patricia Quentel – sócia da 3Plus, que organiza a Casa Cor Rio de Janeiro- esteve em Belo Horizonte neste final de semana.

Patricia destacou para o A Cor da Casa os sete espaços que mais a chamaram atenção. São eles: a Sala Central, o Closet, a Sala de Leitura, a Garagem, o Bar, o Teatro e o Camarim do Teatro. Confira abaixo:

Sala de Leitura by Pedro Félix

ccmg01

Pensada como uma pequena biblioteca, o traço contemporâneo desse ambiente carrega influência escandinava, presente na escolha da paleta em tons pastel e no conceito minimalista.

Sala Central by Patrícia Hermany

ccmg02

Humanizada com uma coleção de telas em sua parede principal, aconchegada pelo mobiliário que conjuga peças italianas e design brasileiro, assinadas pela Casual e Etel Carmona, a sala tem em seu layout um grande móvel de vidro cinza “londra”, da Sumisura, que começa no living e se transforma em estante atrás do espaço destinado ao home-office.

Closet by Carico

ccmg03

Dispostos frente a frente, os closets feminino e masculino são separados por um corredor, mantendo personalidades distintas para os espaços de cada um do casal.

Bar by Sarah James, Felipe Soares e Ana Bahia

ccmg05

Batizado com o nome Notti, noite em italiano, o bar tem um clima chique e descontraído. Destaque para a presença de duas jabuticabeiras, uma delas, inclusive, saindo de dentro de uma das mesas coletivas.

Garagem Renault by Chris Coelho, Angélica Araújo e Ana Andrea Barra

ccmg04

O projeto da garagem acrescenta novas utilidades para o espaço, sem que ele perca sua função original. A Garagem Renault é tanto um espaço para guardar o carro como uma oficina compacta e um ambiente de estar que vira quarto de hóspede.

Teatro CASA COR by Pedro Pederneiras, Filipe Pederneiras, Thiago Bandeira de Mello, Valéria Junqueira e Gabriela Junqueira

ccmg07

Com capacidade para 60 pessoas, o teatro tem uma estrutura de módulos de aço, fácil de montar e de ser executada em qualquer lugar. A versatilidade é a palavra-chave do projeto.

Camarim do Teatro by Valéria e Gabriela Junqueira

ccmg06

Inspirado em toda a vivência por camarins em diversas partes do mundo de uma de suas autoras, a bailarina do Grupo Corpo Gabriela Junqueira, ele responde à necessidade de conforto que o espaço pede, além de traduzir a memória estética e a diversidade cultural de suas experiências aqui e no exterior.

(Fotos-  Crédito Jomar Bragança)

A CASA COR Minas Gerais 2016  fica em cartaz até 04 de outubro de 2016 na Alameda das Latânias, 30 – São Luiz – Pampulha – Belo Horizonte