Hermès Chez Moi

 

O que dizer sobre a nova coleção de móveis e objetos de design da Maison Hermès? Como se é de esperar, só mil maravilhas. A tradicional e elegantíssima Maison francesa apresentou a coleção criada pela nova dupla por trás da linha de casa da marca: Charlotte Macaux e Alexis Fabry. Essa é a primeira assinada por eles desde a chegada em 2014. 

A arquiteta Charlotte Macaux e o curador de artes Alexis Fabry são os novos diretores criativos da Hermès Casa

A nova coleção foi vista pela primeira vez na Feira de Milão desse ano, com muita pompa. Em seguida, foi lançada em Nova York numa instalação chamada “Here Elswhere” assinada por ninguém menos que Bob Wilson, o cenógrafo mais cobiçado da indústria. 

Na Feira de Milão, em abril

Em Nova York

A filosofia da coleção não foi causar frisson com grandes novidades ou modernidades. Cada peça foi pensada dentro do conceito da harmonia e continuidade, sempre mantendo a elegância e qualidade que são tradicionalmente os trademarks da grife.

Entre os itens da nova coleção, dez peças clássicas da Linha Casa foram revisitadas e reinventadas em tons de maple, como a cama Méridienne e um belo biombo.  O arquiteto Rafael Moneo foi convidado para cadeiras, chamadas Oria, e uma mesa. Já Pierre Charpin criou uma série de centros de mesa com cores fortes e vivas. O Sofa Sellier, feito pelo designer francês Noé Duchaufour-Lawrance, merece atenção. Destaque também para a poltrona que dobra de Rene Duma, chamada Pippa. Além dos móveis, há também uma coleção de pequenos objetos decorativos chamados “Equilibre d’Hèrmes”, que são um charme – como tudo que eles fazem.

Confira aqui um preview e se inspire na elegância da Maison Hermès, que é ao mesmo tempo clássica e contemporânea:

 

Oria

Méridienne

Sofa Sellier

Equilibre d’Hèrmes

Pippa