E fez-se a luz

Luz muda tudo. E na Casa Cor Rio está tudo realmente diferente esse ano… pelo menos no quesito iluminação. Com iluminação praticamente toda em led, a economia de energia pode chegar a 75% em relação aos anos anteriores. Uma mudança que só foi possível graças à parceria com a Brilia, fornecedora oficial da Casa Cor Rio.

 

A Garçonnière, de André Piva e Vanessa Borges, ganhou iluminação em led com lâmpadas do tipo Dicroica

 

“O uso do led é, sem dúvida, um caminho sem volta. Em tempos de crise hídrica, energética e econômica, é essencial procurar materiais que proporcionem economia e que sejam sustentáveis”, afirma Patricia Mayer, organizadora da mostra junto com a sócia Patricia Quentel.

 

No Emporium Lapinha, de Edgard Octavio, fitas de led iluminam o interior dos armários que servem como vitrines para os produtos à venda

 

E que outro lugar poderia ser mais perfeito que a Casa Cor Rio para mostrar essa versatilidade? Nenhum, claro! Como os ambientes são muito diferentes, até na entrada de luz natural, cada arquiteto precisou criar projetos bem diversos de iluminação, apesar de usarem a mesma tecnologia. E a Brilia levou a todos soluções personalizadas, assim como já tinha sido feito na Casa Cor São Paulo, em maio deste ano. 

 

No Café da Vila, de Gabriel Sabugosa, dicroicas no teto e bulbo nas luminárias criam iluminação indireta e amarelada

 

“A Casa Cor Rio apresenta há 25 anos as tendências de decoração e arquitetura de interiores. Usar o led é importante até para mostrar todas as suas possibilidades para o grande público, já que muita gente ainda liga a tecnologia àquela luz branca e fria, o que já não é mais verdade há algum tempo”, reforça Patricia.

A julgar pela reação dos visitantes, led mais que aprovado. E o planeta agradece.

A Casa Cor Rio fica na Villa Aymoré, na Glória, até o dia 13 de outubro. A mostra abre de terça a domingo, das 12h às 21h.