Versatilidade em cortinas e persianas

Não há como chegar à Villa Aymoré e não notar os janelões de suas casas centenárias. E onde há janelas… há, claro, cortinas e persianas. Na Casa Cor Rio, boa parte delas são da HunterDouglas Luxaflex, uma parceira de longa data do evento. Nesta edição, são da marca as cortinas dos ambientes decorados por Paola Ribeiro, Ricardo Melo e Rodrigo Passos e Adriana Ferraz e Cristiana Galvão, que usaram diferentes versões do modelo Duette. Já no Espaço Memória, criado pelo pessoal da Raf Arquitetura em conjunto com a Lafem Engenharia, foi usado o modelo Parametre.

 

No Quarto da Amante, de Adriana Ferraz e Cristiana Galvão, a cortina Duette em três posições. Em tom claro, ele foi combinado com uma cortina

 

Um dos produtos de maior destaque da linha de cortinas da marca, a Duette é composta por tecido em formato celular que tem design inspirado nos favos de mel – uma tecnologia chamada de Honeycomb que foi desenvolvida pela Hunter Douglas nos Estados Unidos. Essa tecnologia permite que o ar fique preso às células, dificultando sua passagem e também das ondas de som. Ou seja, no verão, a Duette dificulta a entrada do calor e oferece interiores frescos e amenos. No inverno, a cortina trabalha para impedir a fuga do ar quente, proporcionando uma atmosfera confortável.

 

No Living da Praia, de Paola Ribeiro, tom amadeirado para contrastar com o azul da parede e branco das cortinas. Na Sala de Estar Bela Arte, de Ricardo Melo e Rodrigo Passos, predominância de tons claros na área de trabalho

 

E o melhor… com possibilidades quase infinitas para a decoração já que são aproximadamente 30 coleções e 250 combinações de cores. Um pouquinho dessa versatilidade pode ser vista na Casa Cor Rio em que os arquitetos optaram por modelos diferentes da Duette de acordo com a decoração de seus ambientes.

 

No Espaço Memória, o modelo Parametre esconde o janelão de vidro e ainda ajudar a aquecer o ambiente

 

Quem preferir um modelo ainda mais diferente pode optar pelo Parametre, como fizeram os responsáveis pelo Espaço Memória. Ali, o modelo vazado cria um fundo para o estar “escondendo” o grande janelão de vidro existente no ambiente, sem tirar totalmente a luz natural. Um recurso cênico bem interessante. Tanto que não raro, o Parametre é usado também como divisória de ambientes.