Uma vila para trabalhar

Quem acompanha o A Cor da Casa já sabe: uma das tendências que vêm com tudo na Casa Cor Rio desse ano é o de espaços compartilhados entre moradia e trabalho. Um reflexo do que já acontece em metrópoles do mundo todo e vem se tornando comum também por aqui. E já pensou em morar e trabalhar numa das lindas casas geminadas da Villa Aymoré, no pé do Outeiro da Glória, pertinho do Centro e da Zona Sul do Rio?
Pois foi exatamente essa ideia que inspirou muitos dos arquitetos que participam da Casa Cor Rio 2015. E os espaços são os mais variados, para todo tipo de profissional.


Jairo de Sender criou escritório multiuso para um investidor viajante

Jairo de Sender, por exemplo, criou um escritório multiuso para um investidor que faz viagens curtas com frequência. O ambiente, em teoria, é de trabalho, mas tem um pequeno closet, um bom chuveiro, além de um espaço gourmet para as reuniões mais importantes. Um verdadeiro mix de trabalho, lazer e moradia.


Pedro Paranaguá criou um home-office multicolorido para uma jovem fotógrafa

Já Pedro Paranaguá e a dupla Guilherme Osborne e Claudia Souza Santos projetaram dois home-offices. O de Paranaguá foi pensado para uma jovem fotógrafa e reúne closet, banheiro, área de trabalho, uma pequena cozinha com mesa de jantar, que também pode ser usada para reuniões e uma área de estar, que também serve para dormir. Tudo muito feminino e multicolorido: violeta, rosa, acqua.


Guilherme Osborne e Claudia Souza Santos fizeram um local de encontros para uma designer de bolsas


Guilherme e Claudia apostaram na sobriedade. Para uma designer de bolsas que trabalha com couro, eles criaram um local de encontros – tanto para o trabalho como para reuniões familiares -, com uma mistura equilibrada de elementos naturais e sintéticos.

Andrea Duarte e Anna Malta pensaram num espaço dedicado ao ócio criativo

Andrea Duarte e Anna Malta também pensaram num espaço de trabalho, pero no mucho. O Escritório da Chef, uma homenagem à Roberta Sudbrack, pretende revelar o processo criativo de um grande chef, fora da cozinha. O espaço foi pensado para dar vazão ao ócio criativo com área de trabalho, mas também de descanso e estar.


O Jardim da Frida Kahlo criado por Paula Bergamin é multifuncional

E Paula Bergamin fez um mix ainda mais instigante. Inspirada na pintora mexicana Frida Kahlo, a paisagista criou um jardim multifuncional e supercolorido. Ali, é possível relaxar, receber os amigos, ler, fazer as refeições e até mesmo, e por que não?, trabalhar.

Vai ter gente saindo da Villa com pena de não morar ali…