Arte na Floresta

Existe um tesouro muito bem guardado nos bosques de Lorraine, no norte da França. A região de Meuse vem recebendo artistas contemporâneos desde 1997 para desenvolver seus trabalhos em uma floresta de cinco mil hectares. Vent des Forêts é um museu a céu aberto com obras de artistas internacionais que se preocupam com a integração da arte com o meio ambiente.

 

 

 

Mais de 180 obras e instalações já foram criadas ali, sempre site-specific. Hoje 90 estão expostas e podem ser contempladas por visitantes aventureiros do mundo inteiro.  Sete trilhas diferentes dão acesso às obras, que levam de uma a quatro horas. As obras sofrem modificações por estarem expostas, e naturalmente também pela passagem do tempo. Sejam elas efêmeras ou duráveis, mostram essa relação direta com o meio ambiente.

 

 

 

Para os artistas que lá expõem, a imersão completa nesse contexto rural é o que faz a experiência no Vent des Forêts tão interessante. Alguns dos artistas são: Jean Marie Appriou (França), Matali Crasset (França), Benjamin Crotty (EUA), Yuhsin U Chang (Taiwan), Vincent Lamouroux (França), Stefan Papco (Suécia), Sandrine Pelletier (Dinamarca) e Douglas White (Reino Unido).

 

 

 

 

Entre eles, a artista plástica e designer francesa Matali Crasset se destaca pelo projeto de quatro casas ecológicas construídas para sediar os artistas enquanto fazem residências. Chamadas de “Maisons Sylvestres”, ou casas silvestres, elas são feitas de materiais da região como madeira de acácia, abeto de Douglas e aço galvanizado. As eco-cabanas são suspensas por pilares e não encostam no chão para minimizar o impacto com o solo.

 

 

Inicialmente concebida apenas para sediar artistas residentes, hoje as cabanas são procuradas por turistas que querem viver uma imersão na floresta ao desfrutar da arte – um refugio natural.

 

 

Matali Crasset também criou a linha We Trust in Wood, com bowls e pratos feitos de madeiras locais torneadas como sicômoro e freixo, extremamente resistentes à umidade. As peças, vendidas exclusivamente pela Crowdy House, precisam ser besuntadas com óleo antes do primeiro uso.

 

 


Para saber mais sobre a floresta e seus tesouros, visite o site  do Vent des Forêts. O museu fica a 1h de Paris, 1h de Luxemburgo e 1h30 de Estrasbourg via TGV.