Marina no Sesc

Marina Abramović inaugurou no último dia 10 a mais completa exposição de seu trabalho até hoje na América do Sul, com vídeos de performances feitas ao longo da carreira, ocupando diversos espaços do Sesc Pompeia em São Paulo. Marina, que foi pioneira na maneira de usar o corpo como instrumento de trabalho artístico, testando seus limites físicos, mentais e emocionais, estará presente na exposição.

Marina Abramović, artista performática sérvia

Uma grande retrospectiva de sua vida e obra –inclusive com os trabalhos feitos ao lado do ex-companheiro Ulay – suas pesquisas com cristais brasileiros, obras mais recentes e um espaço destinado à aplicação do Método Abramović de arte performática, aguardam o visitante da exposição “Terra Comunal Marina Abramović + MAI)”.

Obras mais recentes, a exemplo de 512 Horas, apresentada na Galeria Serpentine, de Londres, também poderão ser vistas pelos visitantes. Mas para entender a artista por completo – algo difícil para um marinheiro de primeira viagem ao mundo de Marina- é necessário mergulhar nos trabalhos antigos que deram a base a tudo que pode ser visto dela hoje. Toda a emoção e ousadia que Marina usou e abusou na juventude está presente na maturidade atual da artista.

Às quartas, no teatro, Marina vai ministrar palestras abertas. As performances realizadas ao vivo ficarão a cargo de oito artistas brasileiros selecionados pela sérvia.

Próximo ao riozinho do Sesc Pompeia, foi instalado um espaço destinado à aplicação do Método Marina Abramović de arte performática. Ali, o público é convidado a praticar exercícios em camas, em cadeiras gigantes cravejadas de cristais e vivenciar experiências. Na ação, comentada aqui no A Cor da Casa no ano passado, o público é convidado a deixar seus pertences do lado de fora da sala e, munidos de fones de ouvido, relacionar-se com o próprio silêncio, por quanto tempo quisesse.

“Terra Comunal Marina Abramović + MAI” está em cartaz em São Paulo até 10 de maio. O Sesc Pompeia fica na R. Clélia, 93 – Vila Pompeia, SP. Para presenciar os encontros com a artista, que acontecerão nos dias 26 de março e 01, 02, 08, 15, 22 e 30 de abril, sempre às 20h, é preciso retirar uma senha, que começa a ser distribuída no mesmo dia da performance, às 13h, na bilheteria.