Frei Otto: leveza e força

O A Cor da Casa faz uma merecida homenagem a Frei Otto, arquiteto alemão vencedor do prêmio Pritzker deste ano, o maior troféu da arquitetura internacional. O anúncio do vencedor, previsto para o dia 23 de março, foi antecipado após a notícia de seu falecimento nesta segunda-feira. Com 89 anos, o arquiteto é o primeiro ganhador do título in memorium. Mas para todos, ele sempre será lembrado como alguém muito vivo. Na arquitetura, marcou uma época por se lançar o desafio de ir além do horizonte atuando também como pesquisador, inventor, engenheiro, ambientalista, construtor e professor.

O arquiteto premiado com o Pritzker 2015: Frei Otto

Otto se inspirou em fenômenos naturais, como esqueletos de pássaros às bolhas de sabão e teias de aranha. Seus projetos mais celebrados foram as estruturas feitas em diversas ocasiões para eventos internacionais. A mistura da leveza com a força no seu trabalho fez com que Otto ficasse conhecido como um arquiteto que sempre fazia mais, com menos. Sempre com harmonia.

O prêmio teria sido entregue a Otto por Frank Ghery no dia 15 de maio, outro ganhador do Pritzker. Na ocasião, uma homenagem será feita e uma grande festa celebrará a vida do arquiteto alemão.

Fique aqui com uma seleção dos projetos mais incríveis desse grande mestre:

Cobertura do Estádio Olímpico de Munique, 1972.

Federal Garden Show de Hamburgo, 1963

Zoológico de Berlim, 1980

Mannheim Multihalle, 1974

Diplomatic Club Heart Tent em Riyadh na Arábia Saudita, 1980

Expo 67 em Montreal no Canada, 1967

Para conhecer outros projetos de Frei Otto, e saber mais sobre a escolha do Pritzker, visite o site do prêmio e leia a carta do júri.