Parques do Brasil

Como criar espaços públicos atraentes, seguros, economicamente viáveis, conectando-os à vida e ao bem-estar das pessoas? Por que investir em parques urbanos e não-urbanos? Que modelos de gestão de parques se adaptam à realidade brasileira? O que têm a nos ensinar os melhores parques de outros países? Essas e outras questões serão discutidas no “Parques Brasil”, ciclo de debates promovidos pela Arq. Futuro essa semana no Jardim Botânico.  Em parceria com a FGV, o Instituto Semeia e o Instituto Rio Patrimônio da Humanidade, o evento – que é gratuito e aberto ao público – reúne especialistas brasileiros e estrangeiros num encontro amanhã e quarta-feira.

O objetivo é ampliar a visão sobre estes espaços públicos tão essenciais ao bem-estar comum, além de discutir novos arranjos entre o setor público e privado para tornar nossos parques mais atraentes, preservados e sustentáveis.

O evento contará com a presença de arquitetos, urbanistas, juristas, administradores públicos e privados, e representantes de parques brasileiros e estrangeiros. Entre os representantes de parques de fora estão Elizabeth Barlow Rogers, fundadora e primeira diretora da Central Park Conservancy, em Nova York; Regina Myer, diretora do Brooklyn Bridge Park; Dima Boulad, ativista libanesa comprometida com a reativação de parques; e Brian Tabolt, arquiteto do escritório americano Diller, Scofidio + Renfro e desenhista-chefe do Zaryadye Park Project.

Central Park, em NY

Beirut Green Project, no Líbano

Brooklyn Bridge Park, em NY

Zaryadye Park Project, na Rússia

Entre os parques brasileiros, e seus representantes, participam do ciclo o nascente Parque Sitiê, iniciativa dos moradores do Morro do Vidigal, o Parque Nacional do Iguaçu,; o Parque Municipal de Madureira,; o Parque Nacional da Tijuca; e o Parque do Aterro do Flamengo, dos arquitetos Affonso Eduardo Reidy e Lota de Macedo Soares, com paisagismo de Burle Marx, que no próximo ano completará 50 anos em meio a demandas de seus usuários por melhor conservação.

Parque Sitiê, no Vidigal

Parque Municipal de Madureira

Parque do Aterro do Flamengo

O Arq. Futuro “Parques Brasil” acontece na terça e quarta desta semana (dias 18 e 19 de novembro), no Espaço Tom Jobim – Jardim Botânico. A entrada é franca e as inscrições são feitas pelo site do evento. Para conferir a programação completa das palestras e eventos, acesse esse link.