Kimono Fashion

Usado por mulheres e homens de todas as idades, o quimono é uma peça simples com uma historia complexa, que esta sendo contada de forma fascinante no Metropolitan Museum of Art, em Nova York. A exposição “Kimono: A Modern History”, que está em cartaz até janeiro, mostra cinquenta peças únicas do século XVIII até os tempos de hoje no Japão. De robes suntuosos, feitos sob medida para a nobreza, aos usados no dia a dia pelo público em geral.

Através das peças, o visitante pode analisar a modernização vivida pelo Japão. O design e a estampa dos quimonos, bem como as técnicas de costura, tingimento e bordado, falam muito a respeito das mudanças culturais passadas pelo país nos últimos tempos. Algumas peças estão acompanhadas por porcelanas, livros, gravuras e outros objetos da mesma época que seguem padrão estético parecido.


É interessante notar como em algumas momentos da historia, o design dos quimonos tenta se aproximar da moda do Ocidente, enquanto em outros tenta se afastar completamente. Essas tendências acompanham momentos de relações internacionais mais frágeis ou mais fortes, consequentemente, ou períodos mais abertos onde as influencias da moda estrangeira penetravam com mais facilidade a alta sociedade japonesa.

Até hoje o quimono é usado por estilistas como inspiração para coleções dentro e fora do Japão – tanto para a alta costura, quanto para o prêt-à-porter, -um tema que também é explorado na exposição. Inclusive, o Japão atualmente vive o que é chamado de “kimono-boom”, com o retorno da peça na moda cotidiana, de forma reinventada e revisitada. Um dos destaques da exposição são os três quimonos encomendados pelo governo japonês para renomados estilistas contemporâneos.

A exposição “Kimono: A Modern History” fica em cartaz até 19 de janeiro, no Metropolitan Musem of Art, em Nova York. Para mais informações, visite a página da exposição no site do museu.