Gehry & Vuitton

Quando dois grandes nomes se juntam para criar um projeto, a expectativa de que algo espetacular aconteça é imediata. Essa sensação tomou conta da mídia internacional no momento em que a LVMH convidou em 2001 o arquiteto Frank Gehry para criar um prédio em Paris que sediasse a grandiosa coleção de arte do grupo. Doze anos depois, o projeto se concretizou, e finalmente será inaugurado, esse mês, no dia 27 de outubro.


Localizado no Jardin d’Acclimatation, um parque de diversões infantil que fica em pleno Bois de Boulogne, com uma grande vista para a Torre Eiffel, o prédio leva o nome de Fondation Louis Vuitton. O objetivo da fundação é fomentar a criatividade de jovens artistas da França e de outros países, e ao mesmo tempo abrigar coleções de arte contemporânea e design. Servirá também como um espaços para apresentações culturais, instalações multimídia e congressos.

No lugar das grandes e coloridas placas de metal que Gehry usou em seus dois projetos  recentes mais conhecidos- o museu Guggenheim em Bilbao, e o Walt Disney Concert Hall, em Los Angeles- o projeto se destaca pela estrutura em vidro. Inspirado no design de caravelas, o enorme prédio parece flutuar sobre o lúdico Jardin d’Acclimatation, entre os mais diversos brinquedos infantis. A leveza da estrutura é impressionante. Para Gehry, esse trabalho é especialmente emocionante, por estar localizado em um parque onde nomes como Marcel Proust brincou quando criança!


E para comemorar essa grande inauguração, as vitrines da Louis Vuitton estão desde setembro exibindo painéis inspirados na obra de Gehry atrás de roupas e acessórios. Sinal de que essas duas “grifes” tem muita sintonia, e quem sabe, ainda podem aprontar muito juntas no futuro…

Para mais informações e fotos dos bastidores dessa grandiosa obra prima, visite o site da Fondation Louis Vuitton.