Arte em Aspen

Se antes Aspen era destino apenas de esquiadores e praticantes de esportes radicais, agora também é atraente para os apaixonados por arte e arquitetura. A pequena cidade americana que é xodó dos brasileiros acaba de reinaugurar o Aspen Art Museum (AAM), com projeto de ninguém menos que Shigeru Ban, arquiteto japonês ganhador do Prêmio Pritzker de 2014 – considerado o “Oscar” da arquitetura.

O arquiteto japonês Shigeru Ban

O AAM, como é conhecido, é um imenso cubo recoberto por uma treliça de madeira com luz por todos os lados, e dono de uma vista incrível para as montanhas e rochas de Aspen.

O museu é o segundo da carreira de Ban, que inaugurou em 2010 o Centro Pompidou-Metz, na França. O arquiteto trabalha a ideia do papelão para construção de suas obras, com a pegada da sustentabilidade. As paredes e bancos do AAM, inclusive,  são feitos tubos de papelão. Além do Pritzker,  Ban já ganhou diversos prêmios, especialmente pelos projetos humanitários na África e na Ásia, como por exemplo acampamentos improvisados que ele desenhou para refugiados de guerra e sobreviventes de catástrofes.

Em cartaz no Aspen Art Museum, estão exposições muito bem avaliadas pelos críticos de arte americanos. A “Humanitarian Architecture” é uma sala inteiramente dedicada aos trabalhos de Shigeru Ban. Ao todo são 22 projetos, como os campos de refugiados de Ruanda em 1999 e as casas temporárias montadas depois do terremoto de Sichuan, na China, em 2008. Além desta, há também exposições de Yves Klein, David Hammons e Cai Guo-Qiang.

O Aspen Art Museum tem entrada franca e fica aberto de terça – domingo. Para mais informações visite o site do museu.