Arte Acessível

Uma feira de arte que se destaca das demais pelo preço acessível das obras expostas. Essa é a ARTIGO, feira de arte contemporânea que inaugurou ontem no Rio para convidados, e abre suas portas amanhã para o público.

 A Feira chega a sua 2ª edição, ampliando sua presença no mercado, com a entrada de galerias importantes como a Zipper de SP e Laura Marsiaj do Rio, além de debates, performances e do maior prêmio para artistas participantes, entre as feiras de arte brasileiras.

Mantendo o foco em trabalhos acessíveis, a ARTIGO apresenta também artistas importantes como o americano Richard Serra, o conceitual Joseph Kosuth, o pai da Pop Art – Richard Hamilton ou a francesa Nikki de Saint-Phalle, entre as mais de 1500 obras à venda. Assim como trabalhos de estrelas brasileiras, como Cildo Meireles, Adriana Varejão, Suzana Queiroga, Felipe Barbosa, Rosana Ricalde, Jose Rufino e mestres como Eduardo Sued e Nelson Leirner, Kracjberg e Amilcar de Castro.

Além disto, mantendo sua proposta de difusão, apresenta cem artistas em começo de carreira, que concorrerão ao Prêmio Artigo, que os levará para residências e mostras em Portugal, Holanda e Finlândia, tendo nesta edição, Ana Dantas, artista revelação da edição 2012, que apresenta seus trabalhos no Solo Projects da feira.

Um dos destaques dessa edição é a “live performance” comandada pela a artista plástica Ana Bial. Ela estará de Nova York, coordenando online um grupo de performance que tomará conta dos corredores da Feira, com ações inesperadas, numa referência aos movimentos populares que ocuparam as ruas do país nas ultimas semanas, no trabalho intitulado – “Acelera mas não Corre” 

cartaz da performance “Acelera mas não corre”, por Ana  Bial

Sobre a performance: Dez pessoas com rostos coberto por camisetas (como os chamados “vândalos”) passeiam pela feira, como visitantes comuns banhadas em vinagre, e cada um terá um código de conduta estabelecido pela artista. Enquanto um pode se dedicar a abrir portas e ajudar as pessoas com gestos de gentileza outro sussurra frases repetidas nas passeatas na hora do caos “acelera mas não corre”. Um terceiro passeia normalmente pela feira. Outro fica a duração da performance sentado no chão.

Abaixo, algumas das peças a venda na feira:

Paulo Nazareth, 2013 – “What is the color of my skin” – R$ 950,00

Camille Kachani , 2012 – “Sem Título” – R$ 11.000,00

Niki de Saint-Phalle , 1987  “Sophie” – R$ 12.000,00

Vik Muniz, 1999 – “Medusa Marinara”, 1999 – R$ 4.500,00

Eduardo Sued , 2010 – Serigrafia sobre papel Arches –  R$ 1.800,00

A ARTIGO estará aberta para visitação de 18 a 21 de julho no Centro de Convenções SulAmérica – Av. Paulo de Frontin, 1  Cidade Nova – Rio de Janeiro.