As cores de Sued

A Mul.ti.plo Espaço Arte inaugura uma exposição de obras inéditas do artista plástico, engenheiro e professor Eduardo Sued. Aos 88 anos, Sued, que já foi desenhista de Oscar Niemeyer, vive uma “fase vermelha” – com obras inspiradas em Piet Mondrian e no movimento Bauhaus.

Doze colagens inéditas, produzidas bem recentemente em 2012, estão em cartaz na galeria ao lado de seis objetos também realizados nos últimos anos. São obras extremamente coloridas, em tons vermelhos, verdes, azuis e amarelos, e ao mesmo tempo sutis, com cores profundas como o preto, cinza e o violeta. “Adoro como as cores são independentes e a relação dessas ‘independências’ quando reunidas”, revela Sued.

“Ele é um inquieto da cor, um mestre da linha e dos desafios das cores”, diz Maria Cristina Magalhães Pinto, sócia da Mul.ti.plo com Stella Silva Ramos e Luiz Carlos Nabuco.

“Sued trabalha a identidade da cor, sua autonomia como valor de pensamento.  É impressionante como, ao sustentar lado a lado distintas  composições, ele consegue criar ao mesmo tempo a tensão e o equilíbrio, a emoção e o rigor”, completa o consultor de arte Maneco Muller.

Abaixo, uma mostra do que poderá ser visto na exposição que abre amanhã as portas para o público.

 Fotos Gabi Carrera

A exposição “Eduardo Sued: Colagens e Objetos” fica em cartaz de 31/01 a 16 de março na Mul.ti.plo Espaço Arte – Rua Dias Ferreira, 417/sala 206, no Leblon.