Inspiração Elmgreen e Dragset

Uma loja da Prada onde não se pode comprar nada. A porta não funciona,  nem há vendedores à vista.

Parece mentira, mas não é. Trata-se da “Prada Marfa” uma instalação de arte da dupla Elmgreen e Dragset, em pleno deserto texano.

Os artistas, que trabalham juntos desde 1995, exploram a relação entre a arte, a arquitetura e o design. São conhecidos por produzir arte com um humor político, criticando hábitos da sociedade contemporânea.

A “Prada Marfa” é, sem dúvidas, o trabalho mais conhecido da dupla. A escultura permanente, em forma de loja da grife Prada, foi instalada em 2005 na cidadezinha americana de Marfa, longe de qualquer centro urbano. Com essa obra, Elmgreen e Dragset criticam o mercado de luxo e suas modas efêmeras, além de claro, o consumo descontrolado que nasceu nos Estados Unidos e hoje cruza fronteiras do leste ao oeste.

O curioso é que todos os objetos dentro da loja são verdadeiras peças da grife, fornecidas pela própria estilista Miuccia Prada.

A instalação, que custou cerca de 80 mil dólares, foi feita para nunca ser reparada ou reformada – a idéia é que a arte decomponha naturalmente com o tempo, como nós humanos. Exatamnte o contrário de uma pop-up store, que surge por um período e tem prazo para acabar.

Nas fotos, outras obras criadas por Elmgreem e Dragset, pelo mundo:

Death of Collector – instalação exposta na Bienal de Veneza em 2009

Demolished Prison – instalação exposta na Bienal de São Paulo em 2002

Short Cut – instalação exposta na Galleria Vittorio Emanuele, em Milão, em 2003

The German Barn – instalação exposta na Bienal de Cingapura, em 2011