Inspiração Inhotim

por Joy Ernanny

Nada como um final de semana em Inhotim para renovar as idéias, sair do quadrado e fazer com que sonhemos mais. O parque, dentro da pequena cidade mineira de Brumadinho, respira um mix de ar puro e arte – bela mistura. Nas fotos, as obras internacionais que mais inspiram e hipnotizam – aquelas de fato tiram nosso fôlego.

“Beam Drop”, Chris Burden (EUA)

Escultura feita a partir 71 vigas de construção, encontradas em um ferro velho da região. Jogadas por um guindaste
de uma altura de 45 metros, dentro de uma vala cheia de cimento fresco,
durante um período de 12 horas.

“Penetrável Magic Square # 5”, Hélio Oiticica (Brasil)

Composta de nove paredes em alvenaria, tinta acrílica, tela de arame e cobertura com estrutura de metal e vidro, a escultura colorida evoca prazer e ordem – ao mesmo tempo.

“Troca-Troca”, Jarbas Lopes (Brasil)

Os fuscas coloridos usados pelo artista e sete amigos num longo trajeto percorrido entre Rio de Janeiro a Curitiba.

“Narcissus Garden”, Yayoi Kusama (Japão)  

A artista que é fã das bolinhas, colocou 500 esferas
brilhantes de aço inoxidável flutuam nos espelhos d’água de um dos jardins do parque.

“Sem Titulo”, Edgard de Souza (Brasil)

A beleza do dois em um, ou seria um em dois?

“The Mahogany Pavilion”, Simon Starling (Inglaterra)

Um barco de cabeça para baixo, representando o impossível que é possível.

“Elevazione”, Giuseppe Penone (Itália)

A leveza de uma enorme árvore, suspensa como se fosse em um espetáculo de balé.

E ainda, um vídeo que mostra o verdadeiro movimento da água, sensual e imprevisível:

“By Means of a Sudden Intuitive Realization”, Olafur Eliasson (Dinamarca)

 

Em breve, o blog mostra a beleza das obras de Hugo França em Inhotim.