A Magia das Cores

Para Elisabeth Wey, cor é tudo. Presidente do Comitê Brasileiro de Cores, Elisabeth, designer de interiores, é considerada a grande especialista brasileira em tendências de cores.  Através de pesquisas, visitas a feiras internacionais e parcerias com diferentes segmentos da indústria de matéria-prima no Brasil e exterior, é responsável, há 25 anos, pelo desenvolvimento da cartela Cecal  (Centro de Estudos de Cor da América Latina), lançada de dois em dois anos, com a finalidade de divulgar tons das coleções reproduzidas com fidelidade total, em métodos de impressão por deposição de tintas.

Elisabeth Wey

Cartela Cecal 2012/2013

Essa semana, dia 9 de maio, Elisabeth, que vive em São Paulo, estará no Rio para o coquetel de lançamento de seu segundo livro, A Casa de Todos os Tempos-Quarto, na Livraria da Travessa, Shopping Leblon e participar do talk-show Cor, Atributos e Aplicações, ao lado do arquiteto Chicô Gouvea e do artista plástico Luiz Aquila.

 “Cores envelhecem e nós as rejuvenescemos bienalmente. Um vermelho é sempre vermelho, mas não qualquer vermelho, mas sim o vermelho certo da época,” explica a especialista. Segundo ela, existem 5000 cores que podem ser identificadas pelo olho, sem aparelhos especiais. Encontrar as 26 cores que compõe a cartela bienal é a principal função do Comitê, a fim de apoiar especificadores que queiram usar cores adequadas e atuais em seus projetos.

Em sua trajetória de 30 anos envolvida com tudo o que se relaciona com cor – “vibração pura, quando usada na tonalidade certa, no lugar certo, pode reconduzir corpo e mente ao bem-estar – visitou diversos institutos de cor mundo afora. E , no contato com  fabricantes e fornecedores de produtos para arquitetura e decoração, aprofundou seu conhecimento em tudo o que se relaciona com a casa. Dessa convivência, nasceu seu primeiro livro, voltado para cozinhas.

Em seu novo livro, Elisabeth fala da evolução dos quartos como parte do espaço utilitário nas residências, abordando os movimentos estilísticos do mobiliário e da arquitetura desde a antiguidade, até chegar ao quarto do futuro. Capítulos são dedicados à ergonomia e conforto e pareceres de especialistas na medicina do sono. E discorrem sobre temas como antiquariato, decoração, design, planejamento e projetos. Como não poderia deixar de ser, um capítulo inteiro é dedicado à cor.

A Casa de Todos os Tempos II – Quarto, de Elisabeth Wey, editora Oficina das Palavras

Noite de autógrafos no dia 9 de maio, quarta-feira,  19h, na Livraria da Travessa, Shopping Leblon.