Milão 2012: Zona Tortona

por Angela Falcão

Como em todos os anos, a Zona Tortona fervilhou de idéias, sobretudo no Temporary Museum for New Design do Superstudio Più –  que reuniu diversas mostras de empresas de países diferentes. Imagine um grande espetáculo de  “son et lumière”, super conceitual, onde o público podia vivenciar verdadeiras viagens sensoriais.

Este foi o mote do Super Studio Più  que abrigou empresas como a italiana de iluminação, Foscarini, e a  japonesa Samsung. É sobre isto que iremos divagar.

Em parceria com o arquiteto Italo Rosa, a Samsung convidava a todos a pensar e vivenciar a vida dentro da casa no futuro. Em uma grande instalação cinza, cada cômodo possuía apenas uma peça de mobiliário que ganhava vida e cor através de imagens e sons produzidos e projetados nos tablets que cada visitante recebia na entrada. Um vida regida a touch screen. Onde a roupa, a maquiagem, o alimento, o  videogame – e tudo o norteia a nossa vida cotidiana –  se tornavam acessíveis através de um simples toque no tablet.

Cozinha com horta integrada, quarto sem armário com roupas jogadas no chão…  Vida muito solitária. Nesse projeto de casa do futuro, o desejo se realiza rapidamente. Entretanto toda a realidade é apenas virtual.