E o Pritzker vai para…

O Prêmio Pritzker desse ano, considerado o “Nobel da Arquitetura”, foi concedido ao  arquiteto chinês Wang Shu. Seus projetos ficaram famosos pela sua natureza artesanal, usando materiais reciclados. Entre suas obras mais importantes estão a biblioteca do colégio Wenzhang na Universidade de Suzhou , o Museu de História da Cidade de Ningbo e o campus Xiangshan de Belas Artes de Hangzhou.

Ele é o segundo chinês a receber tamanha honra. Em 1983 foi laureado I.M.Pei, cuja obra está espalhada pelo mundo. É a primeira vez que um chinês com produção no seu país é premiado.  Aqui no Brasil, também temos dois nomes ganhadores de um Pritzker: Oscar Niemeyer em 1988 e Paulo Mendes da Rocha em 2006.

Curiosidade: Quando Wang Shu é chamado para fazer um projeto, ele primeiro estuda a cidade, as montanhas e os vales do local onde o projeto vai se situar. Daí vem sua inspiração;  assim o design se materializa em sua mente.