Era uma vez uma casa…

Um palacete do final do século XIX…

E como quem casa quer casa, Celina Guinle ganhou esse palacete de presente de casamento de seu padrinho, Candido Gafrée, que, por sua vez, era o sócio de seu pai. E que palacete!


Cem anos depois… Era uma vez a Casa Cor Rio 2011.  E o Palacete foi restaurado, repaginado e está cheio de luzes, cores, luminárias divertidas, mobiliário e arte moderna. A criatividade na casa não tem limites, nem paredes!   A antiga capela virou um moderno Home Theater, por Andrea Chicharo. Lustres antigos foram repaginados e deslocados do teto tanto no Escritório de Mário Santos, Denise Niemeyer e Eliane Amarante como no Estar do Hóspede de Lila May Bueno. As pias e bancadas da cozinha mudaram de função e agora abrigam coolers e mesas de trabalho na Sala da Família de Maurício Nóbrega.